HomeGestão empresarial

Veja as tendências que impulsionam vendas para concessionárias

Veja as tendências que impulsionam vendas para concessionárias

Tempo de Leitura: 4 minutos

Não há dúvida de que a economia brasileira está bastante complicada nestes últimos tempos. Infelizmente, isso faz com que muitas agências de carros não vejam muita saída para melhorar seu rendimento. No entanto, investir em tecnologia para concessionárias pode ser uma maneira de driblar esse momento ruim.

Essas novas ferramentas disponíveis no mercado têm auxiliado empreendimentos a atrair novos clientes, ajudando assim a alavancar as vendas. Por isso, neste texto, nós vamos apresentar algumas dessas tecnologias.

Aqui, você vai saber mais sobre:

  • As principais tendências tecnológicas para as empresas.
  • A importância da tecnologia para concessionárias.

As principais tendências tecnológicas para as empresas

De fato, há boas notícias quando o assunto é tecnologia. A IDC, por exemplo, concluiu que pode haver um crescimento de 5,8% no mercado nacional de TI até o final deste ano. Aqui, neste tópico, vamos apresentar algumas das novidades.

Big Data

O Big Data é considerado um sistema capaz de gerar, organizar e interpretar um grande número de dados. Essa é uma tecnologia que já está em andamento no mundo, inclusive, com ferramentas de análises disponíveis para qualquer um que tenha interesse.

Um departamento comercial pode ter acesso a um software para lidar com o Big Data e, dessa forma, conseguir se adaptar às necessidades dos clientes. Com isso, os gestores serão capazes de interpretar comportamentos e assim desenvolver estratégias comerciais mais eficientes. Por exemplo, a agência poderia desenvolver promoções que atingem os compradores de maneira precisa.

Mobilidade como serviço

A mobilidade acompanhada da conectividade será um serviço essencial daqui para frente em qualquer modelo de negócio, e o mercado de automóveis não pode ficar de fora. Dar ao motorista a capacidade de se mover com facilidade e se conectar com outras ferramentas digitais enquanto dirige será uma forte tendência no mercado.

Imagine automóveis capazes de serem conectados à nuvem, com a possibilidade de atualizar seu sistema automotivo sem que o motorista precise levá-los a uma oficina?

Apesar dessa previsão, é preciso destacar que com todo bônus vem um ônus, pois existe a chance de esse sistema ser corrompido com ataques virtuais. Por isso, também será essencial o investimento em ferramentas anti-hackers.

Internet das Coisas

Outra novidade que provavelmente tomará conta do mercado é a internet das coisas. Aqui, destacam-se tecnologias que farão máquinas e equipamentos, como carros, micro-ondas e até lâmpadas conectarem-se à internet e interagirem uns com os outros. Esse processo também é conhecido como M2M (Machine to Machine).

Imagine programar sua TV para ligar no seu programa favorito assim que você colocar o carro na garagem, ou fazer sua cafeteira preparar um cafezinho minutos antes de você chegar em casa do trabalho em uma noite fria.

Pensando no carro, seria possível deixar o sistema automotivo agendar uma troca de óleo na oficina, por exemplo, sempre que for necessário. Pois é, essas são algumas das possibilidades com o avanço da internet das coisas.

Autonomia

Carros elétricos que funcionam sem a necessidade de um motorista é uma outra promessa para o futuro. É importante saber que já existem empresas que estão investindo nesse tipo de tecnologia, tanto que, em 2017, tivemos um aumento significativo na frota de elétricos, com um aumento de 55%. A própria Uber já tem investimentos nessa área e já está utilizando uma versão teste em alguns países, como nos EUA.

Customer Experience Design

Cada vez mais as empresas percebem que o investimento apenas em marketing não é o suficiente para fazer com que o empreendimento seja notado. Tornar a compra uma experiência agradável é também uma parte necessária. Tecnologias voltadas para tornar isso uma realidade é o que se trata o Customer Experience Design.

Podemos dizer que são soluções que darão qualidade e consideração na experiência do usuário. Cada etapa de acesso ao produto deverá trazer isso para o cliente tanto de forma online, quanto offline. Desde a embalagem, até os anúncios, é importante trazer interatividade para os interessados. A ideia é criar uma ligação entre os valores humanos, a tecnologia e o negócio.

Moedas digitais

Não é novidade para ninguém que o Bitcoin é uma moeda que já conquistou um espaço como forma de pagamento em muitos lugares. Porém, a tendência é que cada vez mais moedas com as características do Bitcoin se tornem uma opção de uso comum no futuro. No Brasil, a loja Reserva já é um exemplo de empreendimento que aceita o pagamento com a criptomoeda.

O Bitcoin se baseia em uma tecnologia conhecida como blockchain. Esse protocolo de segurança é uma ferramenta extremamente versátil que já possui investimentos para ser utilizado não só para transação de pagamentos, como para certificar diplomas, catalogar e rastrear objetos, entre outras utilidades.

Pagamento Mobile

Continuando na linha de pagamentos, outra tendência que promete crescer muito é o uso de smartphones para realizar essas transações financeiras. No Brasil, desde 2013 há uma regulamentação em relação a esse tipo de operação, assim como para cartões pré-pagos e cobranças virtuais e não tradicionais.

Esse tipo de tecnologia utiliza desde a leitura de código de barras, apps próprios e QR Code, até a possibilidade de confirmar uma cobrança apenas aproximando o celular no caixa, por meio da tecnologia NFC.

Monitoramento de dados

Informação é poder e, hoje em dia, com o aumento do acesso das pessoas a todo o tipo de dados, isso nunca foi tão forte. Todos podem alcançar notícias, saber sobre fatos e, para muitas empresas, a disputa ficou cada vez mais acirrada — afinal, os consumidores estão mais exigentes.

Uma tendência que vai ser cada vez maior é a de ferramentas e serviços que proporcionam o monitoramento de dados e que ainda são capazes de transformá-los em informações úteis. A precisão é tanta que os vendedores poderão ter acesso a históricos de compras, comportamento dos compradores e até dados sobre os clientes da concorrência.

A importância da tecnologia para concessionárias

Essas são só algumas das tendências tecnológicas que prometem mudar a forma como produtos e serviços são distribuídos e adquiridos. De fato, qualquer empresa que queira ter uma longa vida no mercado precisa estar atenta a todas essas novidades que já estão aí e as que virão nos próximos anos.

Para uma concessionária não é diferente. Desde o investimento no monitoramento de dados até a possibilidade de ter uma linha de veículos autônomos, é importante que a gestão do empreendimento fique de olho nessas novidades e se esforce para conseguir obtê-las. Dessa forma, ela não fica para trás e tem a chance de atrair mais clientes.

E aí, o que achou do nosso texto? Gostou de saber um pouco mais das possibilidades de tecnologia para concessionárias? Quer continuar recebendo esse tipo de conteúdo? Então, nos siga no Facebook e no Instagram e continue acompanhando os nossos conteúdos!

Maylan Moreno - Rede Cred Auto

Profissional de Marketing na Rede Cred Auto. Escrevo sobre consultas veiculares, de crédito e negativação de devedores. Dou dicas sobre otimização do financeiro de uma empresa, mercado de tecnologia e automotivo no geral.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0