HomeHistórico Veicular

Veja 5 fatores que devem ser analisados na compra de carros usados

Veja 5 fatores que devem ser analisados na compra de carros usados

Tempo de Leitura: 2 minutos

O mercado de compra e venda de carros usados é muito dinâmico, mas exige cuidado redobrado das concessionárias no momento de escolher os próximos veículos que farão parte do seu portfólio.

O estado dos automóveis com quilometragem acima de 100 mil km depende, basicamente, dos antigos proprietários — se fizeram um bom uso e cumpriram as revisões programadas.

O fato é que muitas informações são reveladas em uma vistoria mais detalhada, algo que depende de ajuda profissional. Existem ferramentas de consulta que apontam o histórico de acidente, roubos e até presença em leilões. Neste artigo, você vai aprender a:

  • conferir o histórico do carro usado que deseja comprar;
  • fazer um teste para garantir a compra;
  • observar a quilometragem e identificar adulterações;
  • verificar se há pistas sobre colisões;
  • pesquisar a origem do automóvel em ferramentas de consulta.

1. Confira o histórico do modelo no mercado

Pesquise sobre o modelo do carro e veja se ele faz parte da lista dos mais desvalorizados. Seu objetivo é saber se a revenda será fácil ou difícil, afinal, isso faz parte do dia a dia de seu negócio.

Os veículos que já saíram de linha têm alto poder de depreciação, pois fica cada vez mais complicado fazer a manutenção e a troca de suas peças. Observe também o histórico dos problemas mais recorrentes.

2. Faça um teste antes de fechar negócio

Fundamental quando o assunto é a compra de carros usados, o test drive fornece informações complementares como conforto e dirigibilidade, além de revela barulhos que podem indicar problemas.

Dê uma volta no quarteirão ou faça outro trajeto um pouco maior para sentir o veículo e se certificar de que está tudo certo. Aproveite para testar freios, luzes, amortecimento e ver se as rodas estão calibradas e balanceadas.

3. Observe a quilometragem do carro usado

A quilometragem do veículo pode servir como destaque para a revenda em sua concessionária. Carros usados com baixa rodagem são mais valorizados, pois são tidos como bem conservados e com pouca necessidade de manutenção.

Alta quilometragem exige vistoria com mais atenção e, para descobrir se o hodômetro foi adulterado, basta conferir a eletrônica incorporada ao carro. Ela revelará a exata rodagem percorrida pelo veículo.

4. Veja se não há pistas sobre colisões

Essa informação não deve ficar restrita às perguntas feitas ao proprietário. Colisões podem causar avarias que desvalorizam o automóvel, ou seja, reduzem seu valor de revenda. Contudo, é possível identificar pistas que revelam batidas.

A vistoria deve ser feita durante o dia e o carro precisa estar limpo e seco. Fique atento às diferenças na pintura, pois elas podem denunciar uma tentativa de disfarce. Observe também a simetria nas peças, ondulações e amassados.

5. Pesquise a origem do carro

A decisão que envolve a compra de carros usados precisa ser baseada em uma boa pesquisa sobre a origem de cada veículo. Utilize ferramentas on-line de consulta para saber sobre históricos de acidentes, dívidas, roubos, leilões e quilometragem real.

Outra vantagem dessas ferramentas de consulta é que elas identificam, por exemplo, se o automóvel já foi registrado por uma seguradora como perda total — o que pode denunciar mais uma tentativa de enganá-lo.

Há informações que podem ser obtidas na conversa com o proprietário, mas outras precisam de consultas e uma análise minuciosa. Por isso, na compra de carros usados, conte com o apoio de ferramentas de consulta e profissionais capacitados.

Maylan Moreno - Rede Cred Auto

Profissional de Marketing na Rede Cred Auto. Escrevo sobre consultas veiculares, de crédito e negativação de devedores. Dou dicas sobre otimização do financeiro de uma empresa, mercado de tecnologia e automotivo no geral.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0