HomeHistórico Veicular

Setor automotivo: você sabe o que deve esperar dele em 2019?

Setor automotivo: você sabe o que deve esperar dele em 2019?

Tempo de Leitura: 4 minutos

Uma das principais áreas econômicas do Brasil, o setor automotivo sofreu uma relativa queda com a crise do país. Não é para menos, com o desemprego em alta, muitas fabricantes sentiram na pele o esfriamento das vendas e a pouca procura. Contudo, ao que tudo indica, esse novo ano pode ser o começo do renascimento do setor.

Pensando nisso, resolvemos juntar algumas das novidades que estão por vir em relação ao setor automotivo. Neste texto, você vai ver:

  • As tendências tecnológicas para o setor.
  • A expectativa de crédito para a compra.
  • Quais serão as novidades para o mercado.

Mas antes, vamos entender como 2018 foi um ano marcante para o setor. Continue a leitura!

Como foi o ano de 2018 para o setor automotivo?

2018 foi o ano da virada para o setor automotivo, isto porque o crescimento foi muito maior do que os anos anteriores. Para se ter uma ideia, de acordo com os dados da Fenabrave, os emplacamentos de automóveis, inclusive comerciais, chegaram a 3,65 milhões no final do ano. Um número consideravelmente diferente de 2017, em que as vendas foram 3,22 milhões. Sendo assim, temos um aumento de 13,58%.

De fato, a economia passou por uma modesta melhora, de modo que o consumidor e investidores se sentiram mais confiantes no ano passado. Além disso, 2018 foi crucial para a venda de carros seminovos e usados, com cerca de 1 milhão de vendas por mês conforme a Fenauto.

Isso ocorreu, exclusivamente, porque o preço dos veículos novos estavam bem mais altos e, para a maioria dos brasileiros que sofriam as consequências da crise, as parcelas dos seminovos e usados estavam mais em conta.

Dessa forma, o mercado de automóveis de uma maneira geral pode se manter, graças a expansão dos usados.

Quais são as principais tendências do setor para este ano?

Bem, já vimos que 2018 foi um ano relativamente bom para o setor, inclusive, para os seminovos e usados. Agora que ele já passou, o mercado está na expectativa para que o crescimento continue. Aqui, citamos as tendências para 2019 quando se trata do setor automotivo.

Mais crédito

Uma coisa que 2018 trouxe e que, provavelmente continuará em 2019, é o financiamento para veículos. Aliás, acredita-se que esse será um dos motivos responsáveis por impulsionar o setor. No ano passado já tivemos bons números, com mais 100 bilhões de reais liberados, segundo o InfoMoney.

Para se ter uma ideia, 41% do financiamento para o setor foi impulsionado pelas montadoras. Mas não apenas a liberação de crédito, como o consórcio também teve um interessante aumento, chegando a 15 bilhões de reais em agosto do ano passado. A expectativa é que isso continue, sobretudo se as financiadoras continuarem concedendo crédito.

Vendas estabilizadas

As previsões continuam sendo bastante positivas, inclusive para a estabilização de vendas e fabricação de carros. Para a Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores) a produção de automóveis novos deve chegar a 11%, enquanto o comércio, de uma maneira geral, está prevista para aumentar 5%.

Infelizmente, o último número não é tão positivo assim, já que a expectativa era que o crescimento chegasse a 15%. Contudo, acredita-se que isso se deve a pressão que o Brasil sofrerá do mercado argentino, o maior importador de veículos do país.

Contudo, não se espera que isso aconteça com mercado interno, de modo que as previsões são mais positivas. As vendas para o país terão alta de 10% a 14%, graças ao crescimento dos financiamentos e do PIB.

Aumento de veículos elétricos

2018 já foi um ano em que o setor de automóveis elétricos teve um crescimento expressivo. Para 2019, a estimativa que isso continue. Sobretudo porque 3 marcas (Nissan, Chevrolet e Renault) já mostraram interesse em investir nesse tipo de carro, como foi revelado no Salão do Automóvel de 2018. Uma tendência mundial, os carros elétricos já são conhecidos em países como os EUA. No ano passado as vendas chegaram a 1,4 milhão de unidades.

Além disso, um fator que ajudará esse crescimento é a sanção da Rota 2030, um plano governamental para regulamentar a fabricação de carros no país, o que potencializará o setor de elétricos. O objetivo é que esse tipo de automóvel pague apenas 7% de IPI, o que deve ajudar a reduzir o seu preço.

O uso de plataformas digitais

Um dos grandes pontos para 2019 é o investimento na digitalização de processos mais orgânicos. Um deles é o atendimento aos clientes, que tendem a ficar cada vez mais virtuais. Com plataformas digitais especializadas, as atividades simples como apresentar modelos e concluir vendas serão muito mais fáceis e intuitivas. Isso começou no ano passado e vai continuar este ano.

O marketing digital, a geração de leads e automatização de ferramentas tendem a crescer muito mais nesse setor. Isso porque a maioria dos consumidores utiliza a internet para procurar produtos e até fechar negócios.

Inovação do setor

Em 2019, as novidades serão muitas, não só para a indústria como também para o setor de atendimento. Mais do que plataformas digitais, como destacamos no tópico anterior, as mudanças serão profundas e mudarão a forma como se guiam os carros.

A Fiat e Volkswagen, por exemplo, anunciaram em dezembro a criação de concessionárias virtuais. A inteligência artificial será outro grande marco para este ano. As grandes fabricantes de veículos já estão fazendo parcerias com empresas como Apple, Google e Microsoft. Uma delas é a BMW, que já fabrica automóveis que contêm uma integração com o Google Assistant.

Amazon, outra grande companhia do ramo tecnológico, também fará a mesma coisa. O seu fundador, Jeff Bezos disse que pretende criar um dongle incorporado ao sistema Alexa que, ao ser conectado com um smartphone, pode controlar o carro.

Fica claro como a tendência é de grandes melhorias para o setor automotivo. Após alguns anos enfraquecido, o mercado parece enxergar a luz no fim do túnel, com estimativas de crescimento de 10,1% em comparação ao ano passado.

Esperamos que esse texto tenha esclarecido qual será o futuro para o setor automotivo. Quer continuar conhecendo mais sobre o universo de veículos e vendas? Então, curta a nossa página no Facebook.

Maylan Moreno - Rede Cred Auto

Profissional de Marketing na Rede Cred Auto. Escrevo sobre consultas veiculares, de crédito e negativação de devedores. Dou dicas sobre otimização do financeiro de uma empresa, mercado de tecnologia e automotivo no geral.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0