HomeGestão empresarial

Quais os tipos de crédito existentes no mercado? Veja aqui!

Quais os tipos de crédito existentes no mercado? Veja aqui!

Tempo de Leitura: 3 minutos

Os diversos tipos de crédito existentes no mercado servem para obter capital de giro, disponibilizar recursos, fazer investimentos e realizar outras ações estratégicas para as empresas. Contudo, nem todos são iguais.

Existe um crédito para cada necessidade e, para fazer uma escolha inteligente, é fundamental que você conheça os diferentes tipos. Desse modo, evita-se o pedido desnecessário de crédito e uma consequente inadimplência.

Para ajudá-lo, preparamos este artigo com os principais tipos e listamos suas características, vantagens e desvantagens. Continue a leitura para entender quais são os principais tipos de crédito e o que considerar para escolher o da sua empresa.

Os principais tipos de crédito

Apresentamos os principais modelos de crédito e suas características a seguir.

Microcrédito

O microcrédito é um programa social brasileiro cujo objetivo é emprestar dinheiro para pequenos empreendedores, formais ou informais. Ele ocorre por meio do Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO).

Uma de suas principais vantagens é o pequeno empreendedor não precisa oferecer garantias reais ao banco. No entanto, para obter esse microcrédito, a empresa precisa ter um limite anual de faturamento de até R$ 120 mil.

Financiamento de Capital de Giro

O Financiamento de Capital de Giro ocorre mediante a entrega de duplicatas e/ou cheques pré-datados. Isso serve como contrapartida e caução, pois liquidam a operação na data do vencimento.

Esse tipo de crédito, também chamado de desconto de nota promissória ou mútuo com garantia, tem curto ou médio prazo vinculado a um contrato que estabelece datas, taxas, valores e garantias. Seu plano de amortização é de até 180 dias.

Refinanciamento

O refinanciamento é o tipo de crédito ideal para solucionar as dívidas de uma empresa. No entanto, é necessário garantir que essa linha será mais vantajosa que a atual.

Refinanciar significa estabelecer um novo acordo. Sendo assim, a mudança precisa ter juros mais baixos e parcelas menores — adequadas ao orçamento da organização. O refinanciamento é mais uma tentativa de ajustar a saúde financeira.

Descontos de Títulos ou Duplicatas

Trata-se de uma operação financeira na qual sua empresa entrega ao banco as duplicatas em troca da antecipação do valor em conta-corrente. Entretanto, a instituição financeira cobra antecipadamente os juros.

Os descontos de título ou duplicatas é comumente utilizado por empresas que desejam captar recursos para o próprio caixa. Elas optam por ele porque as taxas de juros são menores do que as do crédito de capital de giro.

Cartão de Crédito

O cartão de crédito disponibiliza um valor para que seja utilizado a qualquer momento — desde que haja saldo. Seu pagamento ocorre mensalmente e vem por meio de fatura que pode ser paga integralmente ou o mínimo estabelecido.

A desvantagem do cartão de crédito é que muitos profissionais não o utilizam de modo racional e acabam pagando apenas o mínimo. Como consequência, os juros são altíssimos e em pouco tempo a sua empresa pode se endividar.

Cheque Especial

Muito parecido com o empréstimo pessoal, que é direcionado para pessoas físicas, o cheque especial apresenta menos burocracia e um valor geralmente mais baixo. Se a empresa tem um bom relacionamento com o banco, ele pode estar disponível.

O cheque especial funciona de maneira simples: o banco libera um valor todos os meses em sua conta além do saldo. Você não precisa de autorização para utilizar, apenas passar o cartão ou sacar o valor desejado no caixa eletrônico.

FINEP

Iniciativa do Governo Federal, a Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP) realiza empréstimos para empresas que criam produtos ou serviços tecnológicos. Seu valor pode ir de R$ 150 mil até R$ 10 milhões.

Esse financiamento abrange também pesquisa básica e aplicada, projetos tecnológicos, implantação da primeira unidade industrial, incorporações, fusões, realização de congressos, feiras e outros.

Cartão BNDES

Um dos tipos de crédito mais comuns do Brasil, o cartão BNDES é recomendado para empresas cujo faturamento é de até R$ 90 milhões por ano. A solicitação do cartão deve ser feita no site do banco.

Essa é uma das melhores opções de financiamento para empresas, pois suas taxas de juros são bastante reduzidas. Como é similar a um cartão de crédito, oferece o financiamento de investimentos para MEI, micro, pequenas e médias empresas.

Como escolher a melhor opção

Listamos abaixo as principais etapas para que você faça uma excelente escolha.

Necessidade

Todo crédito necessita de uma boa justificativa — não obtenha um sem planejar, calcular e simular todos os custos envolvidos. Determine também para que ele servirá, pois isso contribuirá com o seu planejamento.

Planejamento

O planejamento envolve a definição do uso do crédito e a quantia exata que será necessária para atender sua empresa. Esses pontos devem estar claros para evitar dinheiro a mais ou a menos.

Requisitos

Por mais que o empréstimo seja para Pessoa Jurídica, o Cadastro de Pessoa Física (CPF) do proprietário do negócio será analisado. Então, é importante se certificar de que as finanças pessoais estão em dia.

Opções

Cada instituição financeira tem suas práticas: taxas, custos, prazos, limites e fatores de restrição. Desse modo, não aceite a primeira opção que aparecer. Pesquise bastante para encontrar a mais adequada à realidade do seu negócio.

Custo efetivo total

Atente também para o custo efetivo total, pois as taxas de cobradas pelo banco em cima do crédito não serão o único acréscimo. Algumas instituições cobram taxas administrativas.

Maylan Moreno - Rede Cred Auto

Profissional de Marketing na Rede Cred Auto. Escrevo sobre consultas veiculares, de crédito e negativação de devedores. Dou dicas sobre otimização do financeiro de uma empresa, mercado de tecnologia e automotivo no geral.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0