Notas frias: entenda o que são e como se proteger!

Se você trabalha como gerente de alguma empresa, sabe muito bem da importância das notas fiscais para a integridade do negócio, não é mesmo? Afinal de contas, elas são documentos obrigatórios e essenciais para tornar oficial qualquer tipo de compra, venda ou prestação de serviço, fornecida ou contratada pela sua empresa.

Porém, existe um problema grave ligado às notas fiscais que pode afetar empresas de qualquer segmento: as notas frias. Quer saber mais sobre o assunto e aprender a se proteger desse tipo de fraude? Então, acompanhe a leitura do artigo!

O que são notas frias?

Em curtas palavras, as notas frias podem ser descritas como notas fiscais falsas, que são emitidas para uma empresa sem que ela tenha conhecimento da operação. Isto é, uma empresa qualquer, que possivelmente nem existe, pode emitir notas fiscais para você, como se tivesse fornecendo algum tipo de serviço, sem que você tenha ciência disso.

Como o seu empreendimento não tem conhecimento dessas notas, as mesmas não serão escrituradas e nem haverá pagamento dos tributos referentes a elas, e é aqui que começam as dores de cabeça.

A ausência dessas informações acaba sendo notada pelo Fisco. Quando isso acontece, a sua empresa pode ser sujeita a sanções e multas pesadas, além de outros problemas relacionados ao cadastro do CNPJ da empresa.

Como se proteger desse tipo de fraude?

As notas frias podem render inúmeros problemas e acarretarem em prejuízos financeiros significativos para o seu negócio. Entretanto, a boa notícia é que existem maneiras de se prevenir desse tipo de fraude. Confira.

Consultar frequentemente as NF-e

Uma das maneiras de se prevenir contra notas frias é fazer a consulta frequente das NF-e emitidas contra o CNPJ da sua empresa. Para isso, você pode utilizar o próprio site da Sefaz, consultando nota por nota.

Utilizar boas ferramentas

Atualmente, existem diversas ferramentas que contribuem com um melhor controle fiscal das empresas. Essas ferramentas armazenam os dados diretamente do site da Sefaz sobre notas fiscais emitidas contra CNPJ da empresa, otimizando significativamente o processo de planejamento tributário e fiscal da sua organização.

Emitir o manifesto do destinatário

A manifestação do destinatário é, possivelmente, a melhor forma de garantir a segurança fiscal do seu negócio. É por meio dela que a sua empresa informará a Secretaria da Fazenda se a nota fiscal emitida contra o seu CNPJ foi completada com sucesso, se não ocorreu ou se não tem ciência da operação, mesmo com a emissão da NF-e.

Em caso de notas frias, é com esse manifesto que a sua empresa vai se manifestar informando a utilização indevida de sua Inscrição Estadual por parte do emissor da nota fiscal.

Qual é a importância de evitar notas frias?

A emissão de notas frias pode ser enquadrada em vários tipos de penas. O emissor da nota pode, além de ser multado, sofrer a baixa de ofícios, ter suspenso o funcionamento da empresa, além de ser responsabilizado criminalmente pela emissão, podendo cumprir pena carcerária.

Já as empresas que recebem as notas frias também podem ser penalizadas pelo Fisco conforme os créditos tributários apurados. Por isso, é extremamente importante aprimorar o controle fiscal do seu negócio e prevenir esse tipo de fraude.

E então, que tal se proteger das notas frias e melhorar o controle fiscal da sua empresa? Entre em contato com a Rede Cred Auto e veja como nós podemos lhe ajudar!

ebook_prevenção_de_fraudesPowered by Rock Convert

DATE: jul 15, 2020
AUTOR: Maylan Moreno
Gestão empresarial, , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *