HomeHistórico Veicular

Descubra o que é e como funciona um e-commerce automotivo

Descubra o que é e como funciona um e-commerce automotivo

Tempo de Leitura: 4 minutos

Ter um e-commerce automotivo pode ser a oportunidade que o seu negócio precisa para crescer. O mercado mudou e as pessoas querem mais praticidade durante as compras, inclusive para carros, motos, peças e serviços.

Enquanto sua loja física alcança um público limitado a bairro, município ou região, uma loja on-line consegue oferecer produtos para pessoas de outras cidades, estados e até países.

Para saber o que é e como funciona um e-commerce automotivo, elaboramos este post com as principais informações sobre esse assunto. Nele, você saberá:

  • Como estão as vendas no mercado automotivo on-line.
  • Como o e-commerce impulsiona as vendas do seu negócio.
  • Como funciona um e-commerce automotivo.
  • Os passos necessários para você ter o seu.

As vendas no mercado automotivo on-line

É consenso que o e-commerce mudou diversos mercados. Entre eles, destacamos o automotivo. Em nosso país, a paixão por carros pode ser traduzida em números que superam R$ 15 bilhões por ano. Essas são informações de uma pesquisa da consultoria E-Consulting.

No entanto, há quem resuma o segmento automotivo no comércio eletrônico apenas como a compra e venda de carros e motos. Poucos empreendedores enxergam oportunidades em um mercado maior: o da comercialização de peças, acessórios e serviços.

Trata-se de uma oportunidade para quem deseja empreender on-line e aumentar sua participação de mercado.

Sites como Mercado Livre, OLX e Webmotors, além de lojas on-line especializadas ou não, disponibilizam aos seus clientes produtos e serviços para automóveis. Isso se traduz em comodidade e facilidade para as duas partes.

O e-commerce como agente que impulsiona as vendas

O faturamento do comércio eletrônico brasileiro pode ser superior a 16% em 2019. Essa é uma estimativa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

O número impressiona, principalmente se compararmos com a realidade de muitos segmentos do nosso mercado. Mas ele não é superestimado. Em anos mais difíceis para nossa economia, como 2016, o e-commerce nacional cresceu 7% e faturou quase R$ 44,4 bilhões.

Outro fator que contribui com uma boa estimativa é o reaquecimento do mercado — impulsionado pelas facilidades tributárias e fiscais e pelo aumento de empresas que decidem investir em lojas on-line.

Como reflexo da crise econômica, os brasileiros adiam a compra de veículos novos e buscam a manutenção dos usados. Eles também dão mais chances para os carros seminovos.

Outro ponto importante é o alto preço praticado pelas concessionárias, o que faz os consumidores busquem as peças na internet e façam as instalações com a ajuda de um mecânico de confiança.

A internet se tornou o ambiente perfeito para pesquisar, pechinchar e encontrar soluções que caibam no orçamento. Ela oferece comodidade e economia para quem compra e o aumento das vendas e da participação do mercado para quem vende.

Em vez de limitar a atuação do seu negócio ao bairro ou à cidade onde ele está, o e-commerce possibilita a expansão para novas fronteiras. Pessoas de outros estados e países, por exemplo, podem comprar seus produtos.

O funcionamento de um e-commerce automotivo

O e-commerce é um site que vende produtos e serviços. O cliente o acessa por meio de um endereço, navega pelas páginas e pode utilizar o campo de buscas para encontrar o que deseja.

Esse processo de decidir o que comprar não costuma acontecer de uma hora para outra, principalmente quando o item ou serviço em questão tem um alto valor agregado.

O consumidor de um e-commerce automotivo passa por um processo chamado jornada de compra. Nem sempre ele sabe que necessita de um produto ou serviço, mas quando se depara com a necessidade, inicia uma pesquisa por opções.

Essa pesquisa culmina na decisão de compra, na qual ele está em busca de uma loja confiável e um bom preço para fechar negócio. Isso significa que, para chegar até lá, seu e-commerce precisa impactar o cliente.

Durante o processo de pesquisa, o consumidor pode ver o anúncio de um ou mais produtos e serviços e se interessar. Ao clicar nele e acessar sua loja, verá uma página principal que mostra alguns produtos e as categorias do site.

É comum que o consumidor navegue pelas categorias e queira ver mais informações sobre o que despertou sua atenção, como promoções, produtos similares e até complementares.

A escolha de um ou mais itens se reflete no clique feito no botão “comprar”. Essa ação direciona automaticamente o consumidor para o carrinho de compras.

O carrinho de compras serve para que o consumidor revise seu pedido e, após a confirmação de que está tudo certo, faça o cadastro no site da loja. A informação desses dados é fundamental para o pagamento e a entrega.

Assim que o pedido é feito e o pagamento é realizado, começa o processo de separação do item em seu estoque. Ele será embalado junto com a nota fiscal e enviado para o cliente por meio de uma transportadora.

A entrega do que foi comprado é feita no endereço indicado no cadastro.

O que é necessário para você abrir o seu

Qualquer empreendedor pode ter um e-commerce — mesmo quem já tem uma loja física. Sistemas de gestão são capazes de integrar as operações e fazer com que você utilize um estoque único para as duas versões.

No entanto, não basta abrir um site e esperar pelas vendas. É preciso entender o público que você deseja atrair para oferecer os produtos e serviços adequados às necessidades que ele tem.

Outro ponto importante é o conhecimento em torno de sua concorrência. Por isso, buscar um diferencial deve ser uma ação constante em sua operação no comércio eletrônico, afinal, os concorrentes fazem o mesmo.

As particularidades do mercado também devem ser consideradas. Sabendo que o segmento de automóveis novos está em baixa, você deve apostar naquele que tem uma tendência forte de crescimento.

Ainda faz parte desse processo a busca por uma plataforma de e-commerce para montar sua loja e a análise de questões operacionais, como a disponibilidade de produtos e pessoal para realizar a operação, além de fornecedores e parceiros que podem trazer ganhos.

Um e-commerce automotivo oferece a possibilidade de crescer dentro de um mercado que vale bilhões e tem bastante espaço para aumentar. Sendo assim, conheça bem as necessidades do público para oferecer produtos e serviços de qualidade. Aproveite para ampliar seus negócios!

Se você quer receber mais informações sobre esse e outros assuntos relacionados à gestão da sua loja de automóveis, curta a nossa página no Facebook.

Maylan Moreno - Rede Cred Auto

Profissional de Marketing na Rede Cred Auto. Escrevo sobre consultas veiculares, de crédito e negativação de devedores. Dou dicas sobre otimização do financeiro de uma empresa, mercado de tecnologia e automotivo no geral.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0