Negociar dívidas dos clientes: Confira 4 boas práticas

Pense nos clientes da sua empresa. Seria excelente se todos pagassem seus débitos na data de vencimento acordada, não é mesmo? O fato é que isso nem sempre acontece e, em vez de esperar o atraso no pagamento, é importante que sua companhia esteja sempre disposta a conversar e negociar dívidas.

Seu objetivo é chegar a um acordo com o consumidor, afinal, ele quer pagar e ficar sem restrições de crédito no mercado — e você, receber. Essa disposição em entender o cliente e conduzi-lo a um acordo evita que os prejuízos aumentem, ajuda a retê-lo em sua base e ainda confere uma imagem positiva ao negócio.

Dada a importância de negociar as dívidas dos clientes, listamos neste artigo quatro boas práticas que podem ser adotadas por sua empresa.

Neste artigo, você vai saber:

  • A importância de negociar dívidas.
  • A necessidade de entender o cliente.
  • A relevância de investir em ações de fidelização.
  • A importância das ações preditivas para combater a inadimplência.

Boa leitura!

1. Conheça a importância de negociar dívidas

A falta de pagamento de um acordo na data de vencimento gera dívidas para o seu negócio. O mais indicado é entrar em contato com seu cliente quanto antes para verificar os motivos do atraso e a melhor maneira de contornar essa situação. Essa atitude ajuda a evitar que os prejuízos aumentem.

Outro benefício de negociar as dívidas dos seus clientes é que isso possibilita a fidelização deles no negócio. Eles querem pagar e, por outro lado, você receber. Ao dar o primeiro passo rumo à renegociação, você confere uma imagem positiva à marca e ainda permite que esse cliente volte a comprar seus produtos no futuro.

2. Mostre disposição em entender o cliente

Muitas empresas, quando vão negociar dívidas com os clientes, se comportam de uma maneira estranha, como se desconhecessem aquelas pessoas que um dia compraram seus produtos e serviços. Isso torna a comunicação agressiva, pouco empática e nada precisa no que diz respeito ao seu objetivo.

Por isso, é fundamental conhecer e entender cada cliente antes de propor uma negociação. Aqueles que participam do Cadastro Positivo, por exemplo, podem ser analisados para que sua empresa saiba se eles são bons ou maus pagadores. Antes de cobrá-los, entenda a situação que os levaram ao endividamento.

3. Invista em ações de fidelização

Dever é uma fase e são poucas as pessoas que seguem a vida sem se preocupar com os débitos que possuem. Por isso, estreite o relacionamento entre a sua marca e o cliente para que, depois do pagamento do acordo de negociação, ele continue consumindo.

Implemente práticas inovadoras de contato e relacionamento. Além das ofertas de negociação por e-mail, SMS e sites especializados, realize uma análise de dados para identificar o potencial que aquele consumidor tem para a empresa. Aborde-o com cuidado e aumente as chances de negociação para o pagamento da dívida.

4. Faça ações preditivas para combater a inadimplência

Se você realmente quiser diminuir a quantidade de clientes endividados com sua empresa, invista em ações preditivas. Não espere que eles se transformem em inadimplentes. A análise de dados serve também para identificar quando existe a probabilidade de alguém não pagar o que comprou ou contratou.

Antes do vencimento de uma parcela, por exemplo, uma mensagem de texto ou e-mail pode ser enviada com o link para o boleto. Em muitos casos, o consumidor esquece de pagar e esse tipo de lembrança ajuda a contornar a situação. Para isso, treine sua equipe e mantenha a transparência na comunicação com os clientes.

Para negociar dívidas com sucesso, sua empresa precisa se dedicar ao máximo para que, em primeiro lugar, elas não sejam feitas. Se elas existirem, o melhor caminho para frear a inadimplência é conversar com o cliente e encontrar a melhor solução para que as duas partes fiquem satisfeitas.

O sucesso ao negociar dívidas também envolve uma comunicação transparente e fluida. Para obtê-la, treine suas equipes de atendimento e cobrança.

Curta e siga nossa página no Facebook para conferir outras dicas e informações, além de saber mais sobre nossa solução de análise de crédito e procedência de veículo!

ebook_prevenção_de_fraudesPowered by Rock Convert

DATE: jun 30, 2018
AUTOR: Maylan Moreno
Inadimplência,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *