HomeGestão empresarial

4 indicadores financeiros para a gestão estratégica da sua agência veicular

4 indicadores financeiros para a gestão estratégica da sua agência veicular

Tempo de Leitura: 3 minutos

Quando se trata de gestão, os líderes costumam concordar em um ponto bastante específico: os indicadores financeiros são ferramentas essenciais para garantir o bom andamento das operações e, claro, a consistência dos resultados apresentados.

Se você procura por mais informações sobre o assunto, acaba de encontrar o conteúdo perfeito! Neste post, você vai:

  • Entender a importância de estabelecer e controlar indicadores.
  • Conhecer algumas das principais métricas financeiras para monitorar a performance do seu negócio.

Preparado? Vamos em frente e boa leitura!

Por que os indicadores financeiros são importantes?

Qualquer empresa, independentemente do porte ou do segmento em que atua, precisa fixar e acompanhar indicadores operacionais. Essa prática confere mais segurança ao gestor no momento de identificar possíveis desvios (agindo rápido para corrigi-los) ou, até mesmo, de enxergar novas oportunidades.

Na área financeira, o estabelecimento de métricas se torna ainda mais importante. Afinal, por se tratar de uma operação-chave, da qual são extraídos os dados estratégicos sobre a saúde monetária da organização, é imprescindível que o gestor disponha de relatórios e análises transparentes sobre o funcionamento da empresa.

Quais são os principais indicadores financeiros?

Para selecionar uma gama de indicadores que auxiliem na tomada de decisão, você deve, primeiro, observar as demandas e as particularidades da operação. Certamente, algumas das métricas abaixo têm bastante aderência à sua empresa. Confira!

1. Rentabilidade

Uma empresa está sendo rentável se vem conseguindo demonstrar retornos sobre o capital que nela foi investido. Sua análise é importante para monitorar a viabilidade da operação e, já no curto prazo, sinalizar a possibilidade de novos investimentos.

Na prática, o cálculo da métrica baseia-se na divisão do resultado líquido (em vendas) pelo total do ativo (investimento). O resultado é um indicador bastante transparente do potencial de retorno da organização.

Já no contexto da agência veicular, é essencial que o gestor saiba qual é sua faixa de rentabilidade e, dependendo da observação, consiga realizar ajustes e correções.

2. Lucratividade

O indicador de lucratividade é justamente aquele que certifica a eficiência da operação, garantindo que os processos estejam sendo executados de forma organizada, sinérgica e sem gargalos produtivos.

A equação da métrica se dá pela divisão do lucro líquido pela receita total acumulada, de acordo com o período analisado. Na prática, o resultado indica qual é o ganho líquido obtido a partir da comercialização de produtos e serviços.

Em sua agência veicular, fique de olho: quando a lucratividade é baixa, os riscos de ficar no vermelho são grandes e podem comprometer a perenidade do negócio, certo?

3. Ponto de equilíbrio

O pronto de equilíbrio (também chamado de break even) costuma ser o momento em que os gestores podem respirar um pouco mais aliviados. Atingir esse estágio significa dizer que o montante de vendas se equiparou aos custos da operação.

Na prática, o ponto de equilíbrio significa que a organização pode, a partir daí, almejar crescimento exponenciais de lucratividade — já que os riscos de prejuízos, nesse contexto, são menores. Para calcular o resultado desse indicador, basta somar todas as vendas e, em paralelo, todos os custos e despesas, comparando os dois números. Quando ambos forem iguais, estará no break even.

4. Faturamento bruto

Por fim, embora não menos importante às agências veiculares, o faturamento bruto sinaliza qual foi o valor arrecadado, a partir das vendas, em determinado período de análise.

A importância do indicador se dá, principalmente, em seu potencial de ressaltar a necessidade de ações mais agressivas de marketing e vendas: se o faturamento bruto estiver abaixo do pretendido, é necessário investir na atração de novos clientes, por exemplo.

Agora que você já entendeu um pouco mais sobre a missão dos indicadores financeiros, está na hora de colocar a mão na massa! Uma coisa é certa: valendo-se das métricas, suas decisões serão mais acertadas e o crescimento de sua agência veicular acontecerá de forma mais saudável e perene. Bons negócios!

O conteúdo foi útil e você deseja receber novas atualizações sobre assuntos semelhantes? Aproveite para seguir-nos no Instagram e no Facebook para ficar sempre por dentro das novidades!

Maylan Moreno - Rede Cred Auto

Profissional de Marketing na Rede Cred Auto. Escrevo sobre consultas veiculares, de crédito e negativação de devedores. Dou dicas sobre otimização do financeiro de uma empresa, mercado de tecnologia e automotivo no geral.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0